O que fazer em Bruxelas – Roteiro de 1 dia pela capital da Bélgica

Não sabe o que fazer em Bruxelas? Então veja um roteiro completo de 1 dia pela capital da Bélgica, passando pelos principais pontos turísticos da cidade!

Bruxelas merece sua visita por diversos fatores que eu vou citar nos próximos parágrafos, porém eu quero aproveitar essa oportunidade para dizer que você precisa visitar a Bélgica por conta da batata frita

Sim, a cidade é incrível, fácil de chegar, serve de base para alguns bate voltas e muito fácil de incluir no seu roteiro se você estiver fazendo uma eurotrip. Porém não seria eu se eu não mencionasse as batatas fritas, que foram simplesmente as melhores que eu já comi na minha vida.

Agora que já tirei isso do caminho, deixa eu recomeçar esse post. 

Bruxelas, a capital da Bélgica, não costuma ser o primeiro destino que vem à cabeça quando falamos de “viagem para a Europa. Eu mesma nunca tinha tido muita curiosidade sobre o país no geral, com exceção da fama sobre as batatas fritas.

No entanto, se você está planejando uma viagem que passa pela Alemanha, Holanda ou até mesmo Luxemburgo, provavelmente vai se perguntar se você deve aproveitar e dar uma esticadinha até a Bélgica, nem que seja para visitar apenas a capital por alguns poucos dias.

E a resposta para essa dúvida é: sim, vale muito a pena visitar Bruxelas, mesmo que por um pequeno período de tempo. A cidade é encantadora, os pontos turísticos ficam próximos, então é fácil de ver as melhores atrações em um único dia, e a região ainda agrada a maior parte dos viajantes, pois possui inúmeros museus, lojas, restaurantes e atividades ao ar livre. 

Além disso, os preços não são tão exorbitantes quanto os vizinhos, fazendo do local um ótimo respiro para quando você está assustado com os valores em Euro.

Nos próximos parágrafos vou te mostrar um roteiro de 1 dia em Bruxelas, passando pelas principais atrações, e responder algumas das principais dúvidas sobre viajar para a cidade.

Onde se hospedar em Bruxelas

O melhor local para se hospedar em Bruxelas é no centro da cidade, e é a partir dele que eu criei todo o roteiro abaixo. A região fica perto de vários pontos turísticos, permitindo que você faça a maior parte do roteiro a pé, e ainda é onde se encontram vários restaurantes e lojas.

As melhores opções de hospedagem no centro de Bruxelas são:

  • Hotel Radisson Collection Grand Place (5 estrelas, média €210) – Localizado no coração da cidade, a poucos metros do Grand Place, esse hotel luxuoso conta com wifi, ar condicionado, e dois restaurantes no local, além de servir diversos tipos de café da manhã. Perfeito para quem quer uma viagem memorável e confortável.
  • MEININGER Hotels Bruxelles City Center (3 estrelas, de €23 a €200) – Um pouco mais afastado do centro, porém em 15 minutos a pé você já está perto da Rue Neuve, Grand Place e outras atrações. O Meininger Hotels era um antigo hostel que hoje atua como hotel mas ainda possui quartos com camas compartilhadas, por isso é minha indicação tanto para quem quer quartos privativos mais acessíveis, tanto para quem quer apenas uma cama para dormir. Tem cozinha, área de jogos, ambiente de trabalho e restaurante no local, além de ser um green hotel com muito estilo! Os quartos duplos saem em torno de €80.

O QUE FAZER EM BRUXELAS – ROTEIRO DE 1 DIA PELA CAPITAL DA BÉLGICA

Com exceção de restaurantes, tudo em Bruxelas fecha cedo, com várias lojas e atrações fechando às 18h. Por isso, não deixe para começar seu dia apenas às 10 ou 11 da manhã, ou você não terá tempo de fazer tudo.

Manhã

Começando por um dos cartões postais da cidade, o Atomium, muito conhecido como os átomos. Com mais de 100 metros de altura, essa atração é um símbolo local, e hoje funciona como um museu.

Para chegar até lá, a recomendação do site oficial é pegar o metrô 1, descer na estação Beekkant e trocar para a linha 6 e descer na estação Heizel, restando apenas uma pequena caminhada até o monumento. 

Caso não queira ter tanto trabalho, segundo o Google Maps você também pode pegar a linha 3 do Tram e descer na estação Esplanade, que fica a 1km do local. De qualquer jeito, é muito fácil chegar de transporte público, especialmente saindo do centro.

Chegando lá, tire fotos no letreiro “Be Welcome” que fica perto da bilheteria, aprecie a vista e o Atomium em si. Para valer ainda mais a visita, você ainda pode entrar no Atomium, onde existe uma vista panorâmica, diversas exposições e uma arquitetura única e super interessante.

Para evitar filas, eu sugiro que você compre o ingresso com antecedência com a Get Your Guide, minha empresa favorita para comprar tours, passeios e entradas para atrações. Basta fazer a sua compra e, no dia, apresentar o voucher que fica disponível dentro do app para fazer sua visita. Durante a pandemia e nos meses subsequentes, esse passo é obrigatório já que a bilheteria no local está fechada. Evite transtornos e compre seu ingresso online!

Para terminar a manhã, a sugestão é voltar para o centro da cidade, onde estão o resto das atrações e restaurantes. Pegue a linha 6 do metrô e desça na estação Porte de Hal, na região de Marolles.

É lá onde fica o maior mercado de pulgas da cidade, o The Jeu de Balle Flea Market, que acontece todos os dias das 6 da manhã até as 2 da tarde (3 nos finais de semana). São poucos minutos de distância entre a estação de metrô e a praça Jeu de Balle através da rua Blaes, e você pode se perder nas antiguidades, quinquilharias e até mesmo tesouros escondidos que podem ser encontrados entre os vários expositores. 

Não gosta desse tipo de programa? Não tem problema, pois logo ao lado fica a Rue Haute, cheia de brechós, lojas de antiguidades e restaurantes. A rua tem uma atmosfera super agradável, as lojas são incríveis (recomendo uma parada na Melting Pot Kilo, que vende o kg de roupa a €15, e na Les Petits Riens) e você com certeza vai achar um local para almoçar.

Alguns restaurantes interessantes são:

  • Chez Béri, com hambúrgueres, costelas e batatas fritas.
  • El Fontan, restaurante de tapas e comida caseira.
  • Lucifer Lives, café vegano com opções maravilhosas que vão agradar até quem come carne
  • Le Vintage, com uma vibe vintage e pratos belgas tradicionais (peça o trio de especialidades para provar um pouco de tudo)

Tarde e Noite

Depois de almoçar, continue seguindo a Rue Haute, vire à esquerda na Rue de Alexiens e, em seguida, dobre a direita na Rue de l’Etuve, para chegar ao Manneken Pis, outro cartão postal da cidade. Existem inúmeras histórias por trás dessa pequena estátua, porém de maneira resumida ela nada mais é do que uma estátua de bronze de um menino fazendo xixi. Dependendo da época do ano, ele pode estar vestido de maneira comemorativa, como foi o caso na minha visita.

O Manneken Pis fica na rua mesmo, não tem nenhum tipo de ticket nem nada, e no máximo você vai lutar contra outros turistas para conseguir uma foto legal.  Vale uma advertência aqui que muitos amigos e leitores me falaram que esse monumento é uma decepção pelo seu tamanho, e realmente ele não é nada de mais. Vale a pena a visita? Sim, por ser perto de outros pontos, porém não é nada super especial. 

De lá, são poucos passos até o Grand-Place, outro ponto turístico de tirar o fôlego. Nessa praça ficam inúmeras construções imponentes, incluindo a prefeitura da cidade e o Museu da Cidade de Bruxelas. Atenção especial para o detalhe: a maior parte dos prédios tem o ano em que eles foram construídos estampados nas fachadas.

Nesse momento, você está bem no centro da cidade, e precisa decidir se vai querer gastar as próximas horas com compras ou com programas culturais. Se escolher a primeira opção, o melhor é fazer é andar até a Rue Neuve, onde estão concentradas a maior parte das lojas da região. É importante lembrar que a maioria delas fecha entre as 18h e 19h, por isso se você planeja fazer compras em qualquer momento, a hora é agora. 

Caso opte por programas mais culturais, você pode aproveitar para conhecer o Museu das Histórias em Quadrinho, o Museu da Cidade de Bruxelas e o Museu da Cerveja. Perto do Grand-Place fica também a Catedral de São Miguel e Santa Gudula, super imponente e à beira de um parque agradável. 

Com fome no meio da sua caminhada? A sugestão é experimentar as famosas batatas fritas belgas. Existem várias opções tradicionais no centro da cidade, porém a minha recomendação é a Fritland, que oferece opções para levar e possui mesas caso você queira fazer uma pausa e comer no local. 

Com um dia tão cheio, você provavelmente vai estar fazendo compras ou visitando museus até o horário de encerramento, já que tudo fecha muito cedo. Sendo assim, o melhor a fazer é aproveitar o que ainda está aberto, que são os restaurantes, pubs e outras opções gastronômicas, todos na região do centro. 

Para comida, as sugestões são Manhattn’s Burgers, Fanny Thai e Nona Pasta ou Nona Pizza. Já caso queira experimentar as cervejas belgas, você pode para em literalmente qualquer pub pelo caminho, ou visitar o tão famoso Delirium Café, com uma quantidade praticamente infinita de cervejas. Caso tenha vontade de um waffle de sobremesa, existem várias franquias famosas nas proximidades, como Le Funambule e Maison Dandoy.

Como se locomover em Bruxelas

Se sua hospedagem ficar no centro da cidade, perto do Grand-Place, você vai conseguir fazer praticamente tudo a pé, com exceção do Atomium. De qualquer jeito, caso sua lista de “o que fazer em Bruxelas” te leve a locais mais afastados na cidade, as melhores opções de transporte são o metro e o tram.

Você pode comprar tickets de papel (não precisa de um cartão recarregável), e eles podem ser adquiridos nas estações de metro ou, no caso do tram ou ônibus, dentro do próprio veículo. Os preços variam entre €2.10 para pagamentos contactless, €2.60 para pagamentos em quiosques, e €3 para pagamentos feitos dentro dos veículos.

Como chegar ou sair do aeroporto de Bruxelas

A forma mais fácil de chegar ou sair do aeroporto de Bruxelas é usando o trem (que é diferente do tram, veja bem). A estação fica literalmente dentro do aeroporto, no subsolo, por isso é super fácil de usar.

O ticket custa €9.10 para ambos os sentidos, e já inclui a “taxa” do aeroporto. Você pode comprar nas máquinas nas próprias estações, e é importante que você mantenha o ticket com você, pois ele é necessário, por exemplo, para sair da estação dentro do aeroporto e ir para o embarque.

Saindo do centro, o jeito mais fácil de ir é pegar o trem nas estações Gare Du Nord e Gare du Midi (que também são onde você vai descer caso esteja vindo do aeroporto). Para chegar até lá você pode ir a pé, ou até mesmo pegar a linha 3 do tram. O nome da linha do aeroporto de Bruxelas (BRU) é BRUSSELS AIRPORT-ZAVENTEM. Cuidado que a estação do aeroporto não é a estação final, você deve descer no momento que o trem chega na estação “Airport Zaventem”.

Onde fazer compras em Bruxelas

Existem diversos locais para fazer compras em Bruxelas. O mais famoso deles é a Rue Neuve, no centro da cidade, que está incluída no roteiro acima. Lá você vai encontrar vários tipos de lojas, como Primark, Bershka, Nike, Decathlon, Lush, Zara, The Body Shop, C&A, Mango, etc.

Caso queira fazer compras de luxo, a área da Av. Louise é a mais indicada, e por lá você encontra grandes boutiques como Louis Vuitton, Chanel, Hermés, Burberry, Versace e assim por diante. 

Se sua preferência for por brechós e roupas de segunda mão, a Rue Haute é sua melhor opção, mas você também encontra uma Melting Pot Kilo, Oxfam Vintage e Fox Hole Vintage no centro da cidade. 

Lembrando que, como já citei, as lojas fecham cedo, entre às 18h e 19h. Além disso, algumas regiões, como a Rue Neuve, não abrem aos domingos, com exceção do primeiro domingo de cada mês. Por isso, quando for planejar o que fazer em Bruxelas, é super importante prestar atenção na questão do horário, tanto para lojas quanto para outras atrações.

O que comer em Bruxelas

Se o começo desse post não foi o suficiente, deixa eu novamente recomendar que você experimente as batatas fritas belgas. Elas são de longe a melhor batata frita que já comi, e na rua você encontra diversas Friteries, que nada mais são do que lojas de batatas fritas e outras frituras. Algumas das melhores são:

  • Friterie du Café Georgette
  • Friterie du Miroir
  • Fritland
  • Maison Antoine

Além disso, se você não quiser comer apenas batatas, pode pedir um dos pratos mais famosos do país: mexilhões com fritas. Parece estranho, mas as reviews insistem que a combinação é deliciosa, e que os mexilhões da Bélgica são super diferentes do tradicional, além de serem cozinhados de diversas formas.

Falando de doces, os waffles são uma grande tradição, e você pode encontrar várias lojas servindo essa delícia com os mais diversos toppings.  As mais recomendadas são:

  • Le Funambule
  • Maison Dandoy
  • Los Churros & Waffle
  • Waffle Factory

Você também precisa experimentar o famoso chocolate belga, que tem tanta fama por um bom motivo. A minha marca favorita é a Godiva (não é à toa que ela é vendida em tantas partes do mundo), mas você também pode provar outras como Côte d’Or e Neuhaus.

Você não pode perder os waffles belgas! Diversos toppings para você escolher e lojas espalhadas por toda a cidade!
Vai foto de Waffle porque comi todas as batatas antes de pensar em fotos, rs.

Mais dias na Bélgica?

Caso vá passar mais dias no país, você pode aproveitar para conhecer outras atrações de Bruxelas, como o Mini Europe, com miniaturas com os principais pontos turísticos famosos da Europa e o Train World.

Além disso, a cidade também serve de base para diversas viagens bate e volta para outras regiões, como Ghent e Bruges. Para chegar lá, você pode usar o sistema de trem, que liga praticamente o país inteiro. Se preferir, a Get Your Guide também tem passeios guiados para essas cidades, incluindo um tour de um dia passando pelos dois locais, com todo o transporte incluído!

Caso esteja de passagem no país a caminho da Holanda, você pode começar em Bruxelas, fazer um passeio bate e volta para Bruges e Ghent, passar um dia em Antuérpia (Antwerpen) e então seguir para os países baixos.

E aí está, um guia completo com o que fazer em Bruxelas em 1 dia na cidade! Acha que faltou alguma coisa? Ficou com alguma dúvida? Me conta aqui nos comentários!

Os links para o Booking.com e Get Your Guide são afiliados.

Deixe um comentário

QUER PLANEJAR SUA VIAGEM SEM GASTAR MUITO?
Inscreva-se na minha lista de e-mails e receba um PDF grátis com mais de 20 sites que podem te ajudar a economizar na sua próxima viagem!
ME MANDE O PDF!
Não se preocupe, eu nunca vou mandar spam ou compartilhar suas informações! :)
RECEBA NA SUA CAIXA DE ENTRADA

PLANILHA PARA CALCULAR SEUS GASTOS DE VIAGEM

Insira seu email e receba uma planilha grátis exclusiva para te ajudar a descobrir quanto vai custar sua próxima viagem!
ME MANDE A PLANILHA!
QUASE LÁ!
Preencha o formulário para fazer parte da minha lista de e-mails e receber o seu PDF grátis com dicas para economizar na sua próxima viagem!
ME MANDE O PDF!
Não se preocupe, eu nunca vou mandar spam ou compartilhar suas informações! :)
RECEBA NA SUA CAIXA DE ENTRADA

ROTEIRO COMPLETO PARA SUA VIAGEM PARA A DISNEY!

Se inscreva na minha lista de e-mails e receba um roteiro grátis em PDF de até 15 dias para se divertir em Orlando! Melhores parques, atrações e mais!
ME MANDE O ROTEIRO!
RECEBA NA SUA CAIXA DE ENTRADA

ROTEIRO COMPLETO PARA 7 DIAS EM LOS ANGELES

Se inscreva na minha lista de e-mails e receba um PDF grátis com um roteiro completo de 7 dias pela cidade das estrelas!
ME MANDE O ROTEIRO!
Roteiro:
RECEBA NA SUA CAIXA DE ENTRADA

ROTEIRO PARA SUA VIAGEM PARA A TAILÂNDIA!

Se inscreva na minha lista de e-mails e receba um PDF grátis com todas as dicas desse post e um roteiro detalhado pelo país!
ME MANDE O ROTEIRO!
RECEBA NA SUA CAIXA DE ENTRADA

8 MARCAS DE MAQUIAGEM BARATAS PARA COMPRAR NOS EUA!

Se inscreva na minha lista de e-mails e receba esse post em PDF para levar na viagem! Ainda vem com uma marca extra!
ME MANDE O ROTEIRO!
8

SIM! QUERO A LISTA EM PDF!
Não se preocupe, eu nunca vou te mandar spam!

SIM! QUERO A LISTA EM PDF!
Não se preocupe, eu nunca vou te mandar spam!